ACUPE FORMAÇÃO

Curso Acupe de Formação do Intérprete – Criador em Dança

 acupe-

 

Regulamento  2015

1. DAS DEFINIÇÕES:
O Curso Acupe Formação do Intérprete-Pesquisador em Dança, realizado pelo Acupe Grupo de Dança através do incentivo cultural do Funcultura, se propõe a ser um espaço de pesquisa e investigação da linguagem da dança que possibilite ao aluno-intérprete formular, transformar e refletir sua prática, como também ser portador e transmissor deste conhecimento na sociedade. Para a realização do curso, construímos uma grade de disciplinas que discute a linguagem da dança e outras áreas do conhecimento. São seis disciplinas (Danças Tradicionais, Ballet Clássico, Dança Contemporânea, Teatro/performance, Pesquisa em Dança e Demonstração de Trabalho), e carga horária de 90 horas/aulas, por cidade, que possibilitam o aluno-intérprete-pesquisador investigar suas possibilidades de diálogo estético com o mundo na linguagem da dança. O curso acontecerá em Triunfo, Goiana, Recife e Garanhuns, sendo oferecidas 30 (trinta) vagas gratuitas em cada cidade, assim como concede aos participantes certificado e indicação junto ao SATED/PE para emissão do registro profissional ao final do curso.

1.1. Poderão participar do curso bailarinos, atores, performers, artistas plásticos, circenses e interessados afins com experiência em artes cênicas e que tenham, no mínimo, 16 anos até a data de início do curso;

1.2. O candidato interessado deverá cumprir as seguintes etapas do processo seletivo:

• Fazer sua inscrição através do preenchimento da ficha;
• Entrega do currículo impresso;
• Participar da entrevista;
• Apresentar um minuto de movimentação;

1.3. O processo seletivo para uma vaga no curso será composto por uma única fase eliminatória formada por uma prova de aptidão, entrevista e análise do currículo. OBS: Verificar quadro abaixo com cronograma e etapas em cada cidade.

2. INSCRIÇÕES:
As inscrições deverão ser realizadas somente nos locais e horários indicados no quadro a seguir. 2.1. No ato da inscrição, o candidato deverá preencher a ficha de inscrição e apresentar obrigatoriamente e sem exceção o currículo completo com foto, digitado e impresso; 2.2. As informações prestadas na ficha de inscrição e no currículo são de inteira responsabilidade do candidato, cabendo aos executores o direito de excluir deste concurso aquele que preenchê-la com dados incorretos ou incompletos, bem como aquele que prestar informações inverídicas.

3. SELETIVA:
A seletiva será realizada em única fase e consistirá em procedimentos específicos de aptidão em que o candidato apresenta um minuto de movimentação, faz uma entrevista e tem o currículo analisado por uma comissão julgadora.

3.1. O local da seletiva está citado no quadro com cronograma e etapas dos cursos em cada cidade;

3.2. O candidato deverá comparecer ao local da seletiva no dia e horário informados no quadro;

3.3. A apresentação de movimentação e a entrevista terão duração de até 10 (dez) minutos por candidato;

3.4. Caso o candidato utilize música na apresentação para a comissão julgadora, deverá levar em CD ou pendrive com indicação de faixa;

3.5. A ausência do candidato elimina-o do processo seletivo;

3.6. Os candidatos deverão verificar com atenção o nosso quadro e comparecer no horário e local da seletiva em sua cidade;

3.7. Não será permitida a entrada de acompanhante algum no local da seletiva.

4. DOS RESULTADOS:

4.1. Serão selecionados até 30 (trinta) candidatos para o curso;

4.2. A lista dos candidatos aprovados será divulgada no local da seletiva;

4.3. Os candidatos aprovados receberão contato da coordenação pedagógica;

4.4. Só será divulgada a relação dos candidatos aprovados.

5. CONFIRMAÇÃO DE PARTICIPAÇÃO:

5.1. Os candidatos aprovados deverão confirmar sua participação até o início do curso;

5.2. A não confirmação ou o não comparecimento do candidato no primeiro dia de aula o desclassificará automaticamente, havendo remanejamento.

6. DAS VAGAS REMANESCENTES:

6.1. Até o término da primeira disciplina, no caso de vagas remanescentes por desistência ou quaisquer outros motivos, será realizada uma nova chamada para o preenchimento de tais vagas;

6.2. A convocação será de acordo com a classificação do candidato no processo seletivo.

7. CASOS NÃO ESPECIFICADOS

7.1. Casos não especificados neste regulamento serão oportunamente avaliados pela coordenação pedagógica.

CRONOGRAMA DAS ETAPAS DO CURSO

Panfleto_74,25x210mm_Acupe_Formação_2015-02

 

____

 

RELEASE

O projeto pretende se estabelecer como um espaço diferenciado de formação em dança, visando ampliar as possibilidades artísticas do estado de Pernambuco, tornando-o um centro irradiador e um pólo produtivo da pesquisa em dança. Esta proposta faz parte do pensamento artístico do Acupe Grupo de Dança, que se propõe a constituir um espaço continuado de ações na área de pedagogia da dança. Com o curso Acupe e a realização do Seminário Nacional de Dança e Educação, o Acupe constrói uma política intensiva de ações pedagógicas de dança no Estado.

 

1ª EDIÇÃO – 2010

Aconteceu de agosto de 2010 até março de 2011, no Espaço Cultural Senador José Ermírio de Moraes, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, o curso formou sua primeira turma em março de 2011. Idealizado por Paulo Henrique, professor e bailarino do Acupe Grupo de Dança, o projeto trouxe uma carga horária extensa, de 360 h/a, distribuídas ao longo de sete meses consecutivos. A formação plural da equipe de professores e sua experiência de trabalho contribuiu para que tenha sido proporcionada uma base teórica fértil, tanto para processos de pesquisa como para os tantos formatos de criação em dança.

 

DISCIPLINAS

Teoria e Prática
Danças populares do Nordeste com Pedro Salustiano, Ballet clássico com Eduardo Freire, Danças Tradicionais com Maria Paula Costa Rêgo, Contato e improvisação com Maria Eduarda Buarque, Pesquisa em Dança com Lígia Tourinho (RJ), Dança Contemporânea com Marcelo Sena e Demonstração de trabalho com Paulo Henrique Ferreira.

 

Laboratórios de Linguagens
Cinema com Rodrigo Dourado, Anatomia com Dave Carvalho, Música com Marcelo Sena, Teatro com José Manoel, Texto para dança com Christiane Galdino, História da dança em PE- Recordança com Roberta Ramos e Literatura com Arnaldo Siqueira.

 

ESPETÁCULOS DE ENCERRAMENTO

 

PROTOCORPOS

Release
Corpos e protocolos próprios, esse foi o desafio do espetáculo criado a partir do resultado de pesquisas em dança dos alunos do Curso Acupe – Formação do Intérprete-Pesquisador em Dança, realizado pelo Acupe Grupo de Dança, através do incentivo cultural do Funcultura, no período de agosto de 2010 a março de 2011.

Reúne o trabalho produzido pelos 19 concluintes a partir do tema Transformação, unindo distintos protocolos de criação num só espetáculo. Será experimentada uma nova abordagem de cena, criada a partir de múltiplos espaços e fluxos, num tempo e peso diversos, propondo uma linguagem de dança plural, experimental e consciente.

 

2ª EDIÇÃO – 2013

O curso Acupe Formação do Intérprete Pesquisador em Dança foi um espaço de pesquisa e investigação da  linguagem da dança, que possibilitou ao aluno-bailarino formular, transformar e refletir sua prática, como também ser portador e  transmissor deste conhecimento na sociedade. Para a realização deste curso, construímos uma grade de disciplinas que trabalham a linguagem da dança, que dialogam com outras áreas do conhecimento e as que intensificação a pesquisa estética e poética (Pesquisa em Dança/ demonstração de trabaho). Temos 05 disciplinas no total (120 horas por cidade) que possibilitaram o aluno-intérprete-pesquisador investigar suas possibilidades de diálogo estético com o mundo na linguagem da dança.

O Curso aconteceu em quatro cidades: Surubim, Arcoverde, Recife e São Benedito do Sul. Atendendo 4 macrorregiões do estado.

 

DISCIPLINAS

Danças Tradicionais com Pedro Salustiano, Ballet/ anatômia com Dave Carvalho, Dança Contemporânea/ vídeo dança com Marcelo Sena e Teatro/ preformance com José Manuel.

 

ESPETÁCULO DE ENCERRAMENTO

Territórios – 7 Lugares do Masculino

Release
“Territórios” é um espetáculo estruturado a partir das pesquisas dos intérpretes criadores, onde foram adentrar em lugares do corpo e voz ainda inabitados explorando as possibilidades expressivas  através da premissa do corpo integrado, mostrando influencias culturais que constitui a corporeidade e a identidade artística.

A junção destes trabalhos propõe um diálogo entre as influencias corpórea dos intérpretes e a proposta de encenação no universo contemporâneo.

 

Ficha Técnica

Direção Artística, concepção e coreografias: Paulo Henrique Ferreira
Co-criadores: Paulo Davino, Henrique Braz, Manuel Castomo, Adelmo do Vale, Elton Ribeiro, Rodrigo Félix e Silas Samarky.
Consultoria de figurino: Carol Azevedo
Direção musical e trilha sonora: Marcelo Sena
Iluminação: Natalie Revorêdo